PANTANAL NOTÍCIAS MS

NOTÍCIAS DE CAMPO GRANDE E MATO GROSSO DO SUL

Sem categoria

Férias com animais de estimação: conheça os destinos paulistas ‘pet friendly’





Setur-SP mapeou meios de hospedagens e atrativos turísticos abertos ao público que viaja com seus animais de estimação



Cidades de São Paulo oferecem turismo para pets

Férias para a criançada, em família e com os pets. Por que não? São Paulo possui mais de 50 destinos pet friendly, de acordo com o levantamento feito pela Secretaria de Turismo e Viagens (Setur-SP) e que deu origem ao 1º Guia Pet Friendly oficial do estado. São mais de 150 locais mapeados, incluindo meios de hospedagem e atrativos turísticos. Confira algumas opções.

Serra Negra e Socorro, na Região Turística das Águas Paulista, despontam como municípios que mais possuem empreendimentos no Guia Pet Friendly da Setur-SP. São opções de hospedagem em hotéis, hotéis-fazenda, pousada e chalés, em meio à natureza, em uma região que também possui atrativos turísticos preparados para receber as famílias com pets.

Brotas, na Serra do Itaqueri, também é um destino de turismo de aventura com estrutura para acomodar e oferecer serviços ao público. Já em Pardinho, na Região Turística Cuesta Paulista, região de clima ameno com altitude de 900 a 1.050 metros, há hospedagens em lindas paisagens e atrativos como visitas às plantações de café.

São Sebastião, no litoral norte, e São Vicente, na Região Turística Costa da Mata Atlântica, litoral sul, são opções para quem prefere praia. Municípios com características semelhantes permitem planejar roteiros de viagens integrados.

Cidades de São Paulo oferecem turismo para pets

Guia Pet Friendly

O Guia Pet Friendly é um mapeamento da Setur-SP dos municípios que possuem empreendimentos que recebem turistas com seus animais de estimação.

Para fazer parte do guia, o estabelecimento deve acessar o site da Secretaria de Turismo e Viagens, clicar em “Cadastro”, preencher o formulário com os dados solicitados e enviar. No formulário, há a informação: É imprescindível que o atrativo possua canal de comunicação digital para que o viajante possa consultar e obter informações atualizadas antes de uma possível viagem ou visita; e as informações enviadas servirão de base para material de divulgação e promocional.