PANTANAL NOTÍCIAS MS

NOTÍCIAS DE CAMPO GRANDE E MATO GROSSO DO SUL

Notícias

Prefeitura promove ações de conscientização e combate à violência contra idosos – CGNotícias – hojems.com.br

Durante todo mês de junho, a Prefeitura de Campo Grande, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social (SAS), através das unidades de Cras, Creas, Centro de Convivências e Centro de Convivência de Idosos, está promovendo diversas atividades de reflexão e prevenção relacionadas a campanha Junho Prata, iniciativa voltada para o combate à violência contra a pessoa idosa.
O foco é promover a conscientização e a proteção dos direitos destacando a importância de prevenir e denunciar os diferentes tipos de violência que podem afetar os idosos, como violência física, psicológica, financeira, negligência e abusos.
Para o secretário Municipal de Assistência Social, José Mário Antunes, a campanha é uma oportunidade para reforçar o compromisso de toda a sociedade com a proteção e o respeito aos idosos. “O objetivo é garantir que todos os idosos vivam com dignidade e segurança. As unidades têm desenvolvido a temática com eventos que fortalecem e promovem informação e integração entre os usuários e comunidade”, ressaltou.
O Centro de Convivência de Idosos Piratininga, por exemplo, realizou atividades que contaram com a presença dos 130 idosos que participam do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos. A iniciativa contou com panfletagem no centro da cidade, promovendo a conscientização no comércio e motoristas de trânsito. A Praça Ary Coelho foi o ponto de apoio para os idosos que realizaram ainda uma roda de viola e encenação teatral sobre os vários tipos de violências.

A idosa Terezinha de Oliveira Gomes, de 81 anos, participa do Serviço de Convivência do Idoso há 16 anos, ela afirma que momentos como esses trazem informação e esperança a todos os idosos que sofrem algum tipo de violência. “Esse tema é muito sério e todas as pessoas precisam saber como prevenir e combater a violência contra os idosos. Nós só temos a agradecer a toda equipe do CCI por tanto carinho e dedicação, aqui nós recebemos conhecimento e aprendemos muito em todos os sentidos”, disse.
Para o coordenador da unidade, Jorge Luiz Franco, o trabalho é relevante para mostrar à população que o idoso merece ser valorizado. “É uma grande satisfação para nós poder contribuir e sensibilizar a sociedade sobre a importância de respeitar e valorizar a experiência e a dignidade dos idosos”, afirmou o coordenador.
Em todas as 29 unidades da Proteção Social Básica, as equipes têm trabalhado a temática com palestras, roda de conversa e debates entre os usuários de diversas faixas etárias do SCFV.

Além disso, os Creas também estão realizando mobilizações importantes a fim de levar informações sobre a campanha. A equipe do Creas Sul, percorreu diversas unidades da proteção básica, entre elas o Cras Anhanduí, desenvolvendo atividades de prevenção, orientando como identificar e como denunciar todo e qualquer tipo de abuso ou violência contra a pessoa idosa.
A coordenadora do Cras, Noemia Leone, falou da importância do trabalho integrado para fortalecer a política pública de Assistência Social.
“A execução das atividades é fundamental para levar conhecimento aos usuários, principalmente em se tratando de um assunto tão importante. O trabalho integrado com a equipe do Creas Sul esclareceu para os idosos os vários tipos de violências, sendo elas física, psíquica, emocional e financeira”, ressaltou.
 
Fortalecimento e Parcerias
Outra ação de destaque na campanha Junho Prata na Rede de Assistência Social, foi a parceria entre a SAS, subsecretaria dos Direitos Humanos (SDHU), Defensoria Pública de MS e Polícia Civil.
A SDHU, por meio da Coordenadoria de Defesa dos Direitos dos Idosos, atuou nos quatro CCI’s e Cras com calendário de ações em defesa e proteção do público idoso, unindo esforços para conscientizar a população quanto a importância do respeito e a integridade física e psíquica da pessoa idosa.
Além de palestras ministradas pela delegada da Polícia Civil, Maíra Pacheco e representantes do Judiciário, a Defensoria Pública de MS também levou até as unidades o atendimento móvel com a Van dos Direitos.
Os usuários do SCFV e a comunidade tiveram a oportunidade de realizar a emissão dos novos RGs e cerca de 700 pessoas receberam atendimento durante cinco dias de ação nas unidades. Pelo menos 300 RGs foram emitidos na hora, já que o Instituto de Identificação levou às unidades todos os equipamentos para a produção dos documentos no local.

A subsecretária de Defesa dos Direitos Humanos, Priscila Justi, ressaltou que a ação integrada ao Judiciário teve como intuito levar autonomia e agilidade para os usuários das unidades da SAS.
“Foi realizado um estudo de demandas e identificamos o interesse em documentação. Decidimos levar as ações para as unidades com a emissão do RG, visto que é um documento essencial para acessar benefícios sociais, descontos em medicamentos e transporte gratuito. Todo trâmite foi pensado para beneficiar o idoso evitando o agendamento do serviço e o deslocamento até o centro da cidade,” finalizou a subsecretaria.
Vale lembrar que a violência contra a pessoa idosa é considerada crime, previsto na Constituição Federal, no Estatuto do Idoso (Lei 10.741/2003) e no Código Penal. As denúncias sobre qualquer tipo de violência devem ser feitas pelo disque 100.
#pratodosverem   Na matéria há quatro imagens: A primeira retrata uma idosa de cabelos loiros e curtos, usando camiseta azul e óculos, enquanto conversa com a condutora de um veículo, durante panfletagem alusiva ao junho prata; a segunda foto mostra um grupo de idosos reunido na Praça Ary Coelho, cantando e tocando violão; a terceira foto mostra um grupo composto por 13 idosos, após uma palestra de conscientização e combate à violência contra o idoso; a quinta foto mostra uma idosa assinando o novo RG, em um posto de identificação, em ação para a confecção do novo documento.